ALUNA: Ana Maria Camin de Menezes
DISCIPLINA: Tópicos em Linguística Aplicada 1: avaliação e linguística aplicada.
DOCENTE: Prof. Maria Inês Felice

DIÁRIO REFLEXIVO 09/08/12

A aula de hoje foi muito agradável. Meu interesse já havia sido despertado pelo tópico AVALIAÇÃO e a possibilidade de refletir ao lado de colegas sobre um tema tão importante no entanto, tão pouco estudado por professores.

Após trabalhar por vários anos em escolas de idiomas, percebi durante este último semestre com o início das aulas do mestrado, o quão tradicional e talvez pouco eficiente tem sido minha relação com processos avaliativos. E mais recentemente, devido ao meu envolvimento com a formação de professores de inglês em ambiente virtual, pergunto-me como avaliar a construção de conhecimento por parte dos meus alunos e minha própria prática como moderadora online.

Considerando minhas inquietações, segui a sugestão de minha orientadora, Dilma, em participar desta disciplina oferecida pela prof. Maria Inês. O retorno após período de férias foi agradavelmente marcado pelo encontro de colegas e a expectativa em colocar em cheque minha própria visão sobre avaliação.

Logo ao início da aula, Maria Inês, convidou cada um de nós a falar um pouco de seu próprio projeto para que pudéssemos todos conhecermos um pouco mais do interesse acadêmico de cada um. Em seguida, falou ela própria de sua área de interesse e como iniciou sua pesquisa na área.

A atividade seguinte foi um questionário informal com perguntas sobre avaliação com o objetivo de iniciar uma discussão sobre o tema e conhecer um pouco mais sobre nas nossas opiniões sobre o tema e nossa postura enquanto professores que avaliam seus alunos. A discussão discorreu tranquila, com a contribuição de todos. Senti-me muito à vontade em falar sobre minha realidade e acredito que meus colegas também. Esse ambiente de abertura e respeito construído pela professora será fundamental para que nossos encontros sejam não só ricos em aprendizado mas também prazerosos.

A seguir, Maria Inês falou sobre a ementa do curso, seus objetivos , formas de avaliação e a bibliografia a ser lida e consultada. Interessante observar como estar na posição de aluna, me auxilia a compreender melhor os medos e apreensões de meus próprios alunos. Ao apresentar o plano de avaliação, senti-me ansiosa e um pouco apreensiva em relação à quantidade de leituras, seminários e resenhas que iremos desenvolver este semestre. Nossa, quanta coisa! Será que dou conta? É, meus alunos devem pensar a mesma coisa. Como é importante aquietar os corações e tranquilizar nossos alunos de que o principal não é o processo avaliativo em si mas a experiência de aprendizado!

Acredito que o objetivo da aula e das atividades desenvolvidas foi promover uma interação entre os participantes da disciplina, conhecer um pouco mais dos alunos, seus interesses e necessidades, apresentar a proposta da disciplina e uma breve descrição das atividades a seguir.

O que aprendi hoje? Bom, pelo que foi apresentado hoje, percebo que será uma disciplina que envolverá muita leitura mas que também será prática, nos propiciando oportunidade de criarmos avaliações e discutirmos sobre avaliações utilizadas por nós com nossos próprios alunos. A proposta de avaliação apresentada me fez pensar muito em como posso modificar minha própria prática e utilizar diferentes instrumentos de avaliação mais formativos. Acredito que por meio da utilização de vários instrumentos de avaliação nesta disciplina, Maria Inês está também nos dando a oportunidade de vivenciarmos de um outro lugar, o do aluno, novas tendências na avaliação como a construção de portfólios, a escrita do diário reflexivo, a auto-avaliação, a avaliação entre pares e outras.

Minhas metas para minha própria aprendizagem é questionar sem medo, meu próprio trabalho e minha expectativa é a de por meio de leituras, discussões e reflexões enriquecer a experiência de aprendizado de meus alunos adotando um novo olhar sobre a avaliação.